A REGIÃO EM TEMPOS DE GLOBALIZAÇÃO

Alcinéia de Souza Silva

Resumo


A discussão regional remonta ao período de sistematização da ciência geográfica. Desde esta época há a preocupação em conceituar a região com o cunho científico. É notório que as diversas tentativas na busca de sua definição se manifestaram de forma polêmica, marcada por grande complexidade na história do pensamento geográfico. Atualmente, em tempos de globalização, onde a fluidez na comunicação e o avanço tecnológico se fazem presentes, encurtando distâncias e produzindo um mundo conhecido como “sem fronteiras”, o debate ganha outra direção. A região estaria, neste contexto de espaços globalizados, integrados, conectados e homogeneizados, vivenciando o seu fim? Eis a reflexão a ser abordada no presente trabalho, que se torna relevante diante da importância dessa categoria de análise para a compreensão do espaço geográfico e as dinâmicas territoriais, tanto nas escalas local e regional, como na global. Tais apontamentos objetivam-se ressuscitar o rico debate existente na Geografia quanto à questão regional e despertar para o fato de que, mesmo diante de um contexto de conectividade e propagação da eliminação das heterogeneidades mundiais, a região não perde a sua essência, em ser o palco de concretização dos grandes fatos e fenômenos, inovações e descobertas, feitos e desfeitos, integração e fragmentação, oriundos do processo de globalização. Para tanto, a metodologia se ancora numa revisão da literatura geográfica, onde as salutares contribuições de La Blache, Haesbaert, Gomes, Lencioni, Corrêa, dentre outros que se apropriam/apropriaram do discurso regional são destacados no trabalho.


Palavras-chave


Dinâmicas territoriais, Globalização, Região.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Equador, ISSN 2317-3491, Universidade Federal do Piauí.