Políticas Públicas e o Impacto das Transferências de Recursos no Nordeste

Érica Priscilla Carvalho de Lima, Elaine Carvalho de Lima

Resumo


No contexto de elevado nível de heterogeneidade regional presente no Brasil, o desenvolvimento do Nordeste e seu atraso relativo às demais regiões brasileiras é um elemento de preocupação das políticas regionais. Deste modo, a ampliação das políticas de transferência de renda para o Nordeste depois de 2002, sobretudo o bolsa família e o bolsa escola, é um fator chave para se entender o maior dinamismo econômico da região. O presente trabalho tem o objetivo de avaliar a influência que as transferências federais exercem sobre o desempenho recente da economia Nordestina. Após uma revisão teórica sobre o papel das transferências de recursos federais no Nordeste, realizou-se um levantamento dos dados do PIB e das transferências para a região entre 2004 a 2009. Os resultados apontam a forte dependência das transferências federais para o atual dinamismo da região do Nordeste.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAUJO. Tânia Bacelar. Ensaios sobre o Desenvolvimento Brasileiro: heranças e urgências. Rio de Janeiro: Fase, 2000.

BERNAL, Maria Cleide Carlos: A Nova Configuração Territorial do Nordeste: desigualdade e fragmentação. Revista Cadernos do Logepa - Série Pesquisa, ano 02, número 03, 2004.

CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO. Transferências de Recursos. Disponível em: . Acesso em: 25 de março de 2013.

GUIMARÃES NETO, Leonardo. Introdução à formação Econômica do Nordeste. Recife: Massagana, 1989

INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS (IPEA), Caracterização e tendências da rede urbana do Brasil: redes urbanas regionais: Norte, Nordeste e Centro-oeste. IPEA, IBGE, UNICAMP/IE/NESUR. Brasília: IPEA, 2001

IPEADATA. PIB 2004-2010. Brasil, 2014.

JANNUZZI, P.M. Indicadores para diagnóstico, monitoramento e avaliação de programas sociais no Brasil. Revista do Serviço Público. Brasília 56(2):137-160, abr/jun 2005.

LIMA, João Policarpo Rodrigues: Traços Gerais do Desenvolvimento Recente da Economia do Nordeste. Revista Econômica do Nordeste (2005)

MATOS, Elmer Nascimento; MELO, Ricardo Oliveira: A estrutura do emprego industrial no Nordeste nos anos noventa. XIII Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais, 2002.

MENDES, Marcos; MIRANDA, Rogério Boueri; COSIO, Fernando Blanco. Transferências intergovernamentais no Brasil: diagnóstico e proposta de reforma. Brasília, abril / 2008.

MOCELIN, C. E. O Programa Bolsa Família enquanto principal estratégia de

enfrentamento à pobreza rural no contexto brasileiro atual. In: SEMINÁRIO INTERINSTITUCIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 15., 2010,

Cruz Alta. Anais eletrônicos... Cruz Alta: UNICRUZ, 2010. Disponível em:

%20PROGRAMA%20BOLSA%20FAM%C3%8DLIA%20ENQUANTO

%20PRINCIPAL%20ESTRAT%C3%89GIA%20DE%20ENFRENTAMENTO

%20%C3%80%20POBREZA%20RURAL%20NO%20CONTEXTO

%20BRASILEIRO%20ATUAL.pdf>. Acesso em: ago. 2013.

PEREIRA, William E. N, Reestruturação do Setor Industrial e Transformação do Espaço Urbano de Campina Grande – PB a partir dos anos 1990. Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte como parte dos requisitos para a obtenção do título de Doutor em Ciências Sociais. Natal, RN -2008

SENNA, M. C. M.; et al. Programa Bolsa Família: nova institucionalidade no campo da política social brasileira? Florianópolis: Rev. Katál. v. 10 n. 1 p. 86-94 jan./jun. 2007.




DOI: https://doi.org/10.26694/2358.1735.2015.v2ed21641

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários