AVALIAÇÃO DA TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA ENTRE UNIVERSIDADE PÚBLICA E EMPRESAS: CENÁRIO ATUAL E PROPOSTA DE AGENDA

Flávio Henrique Reis Santos, Diego da Guia Santos, Andrew Beheregarai Finger, Waldemar Antônio da Rocha de Souza, Luciana Peixoto Santa Rita

Resumo


A pressão imposta pela globalização dos mercados e pela competitividade crescentemente acirrada entre empresas de todo o mundo posicionam a conhecimento inovador como ferramenta fundamental para sobrevivência dessas organizações. O conhecimento inovador resultante das pesquisas científicas acadêmicas possui potencial para que as empresas produzam produtos novos e de formas inovadoras. Porém, os processos de Transferência de Tecnologia entre Universidade e Empresa (TTUE) não são favorecidos por políticas públicas governamentais que os estimulem, nem há um arcabouço legislativo específico e moderno que contemple as necessidades da TTUE. O objetivo deste trabalho é apresentar o cenário precário atual que dificulta a dinâmica dessas transferências e sugerir um esquema de proposta de Agenda Política de discussão. A metodologia utilizada para elaboração deste artigo foi a revisão bibliográfica conceitual e temática combinada com a análise das leis mais pertinentes e que envolvem em algum grau a transferência de tecnologia. O resultado principal deste artigo foi apresentar uma proposta de Agenda Política de discussão abrangente e atualizada para o tema.

Palavras-chave


Transferência de tecnologia, Universidade pública, Políticas públicas, Agenda política

Texto completo:

PDF

Referências


AMADEI, J.; TORKOMIAN, A. As patentes nas universidades: análise dos depósitos das universidades públicas paulistas. Ciência da Informação, vol. 38, n. 02. p. 9-18. 2009.

ARRETCHE, M. T. S. Tendências no estudo da avaliação. In: RICO, E. M. (Org.). Avaliação das Políticas Sociais: uma questão em debate. São Paulo: Cortez, 1999.

BELL M. Integrating R&D with industrial production & technical change: strengthening linkages & changing structures. Economic and Social Commission for Western Asia. UNIDO/HCST/IFSTAD. Memo. 30p. 1993.

BOTELHO, L. L. R; CUNHA, C. C. de A; MACEDO, M. Gestão e Sociedade, Belo Horizonte, v. 5, n° 11, p. 121-136, mai./ago. 2011

BRASIL. Congresso Nacional. Projeto de Lei nº 2.177/2011. Relator Deputado Bruno Araújo. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

_______. Presidência da República. Casa Civil. Decreto nº 5.563. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

_______. Presidência da República. Casa Civil. Decreto nº 5.798. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

_______. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 9.279. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

_______. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 9.456. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

_______. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 9.609. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

_______. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 9.610. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

_______. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 10.168. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

_______. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 10.973. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

CALDERA, A.; DEBANDE, O. Performance of Spanish universities in technology transfer: an empirical analysis. Research Policy, vol. 39, n. 09, p. 1160-1173. 2010.

CARVALHO FILHO, José dos Santos. Manual de Direito Administrativo. 21. ed. rev., amp. e atual. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2009.

CASTRO, José Márcio de; DINIZ, Daniela Martins; DUARTE, Roberto Gonzalez; Dressier, Marcelo; CARVALHO, Rodrigo Baroni de. Fatores determinantes em processos de transferência de conhecimentos: um estudo de caso na Embrapa Milho e Sorgo e firmas licenciadas. Revista de Administração Pública, v. 47, n. 5, out. 2013.

CLOSS, L. Q., FERREIRA, G. C. A transferência de tecnologia universidade-empresa no contexto brasileiro: uma revisão de estudos científicos publicados entre os anos 2005 e 2009. Gestão e Produção, São Carlos, v. 19, n. 2, p. 419-432, 2012.

CLOSS, L. Q., FERREIRA, G. C., SAMPAIO, C., PERIN, M. Intervenientes na Transferência de Tecnologia. RAC, Rio de Janeiro, v. 16, n. 1, art. 4, pp. 59-78, jan./fev. 2012.

COHEN, W. M; LEVINTHAL, D. A. Absorptive capacity: a new perspective on learning and innovation. Administrative Science Quarterly, v.35, n.1, p. 128-152, mar. 1990.

COUNCIL ON GOVERNMENTAL RELATIONS – COGR. Technology Transfer in U.S. Research Universities: Dispelling Common Myths. Washington, 21 p. 2000.

DECTER, M.; BENNETT, D.; LESEURE, M. University to business technology transfer – UK and USA comparisons. Technovation, v. 27, p. 145-155. 2007.

DIAS, Alexandre Aparecido; PORTO, Geciane Silva. Como a USP transfere tecnologia? Organizações e Sociedade, v. 21, n. 70, set. 2014.

DRUMOND, A. M; SILVEIRA, S. de F. R; SILVA, E. A. Predominância ou coexistência? Modelos de administração pública brasileira na Política Nacional de Habitação. Rev. Adm. Pública, Rio de Janeiro, v. 48, n. 1, fev. 2014.

FIGUEIREDO, M. F; FIGUEIREDO, A. M. C. "Avaliação Política e Avaliação de Políticas: Um Quadro de Referência Teórica", in: Textos IDESP, n. 15, 1986.

GODOY, A. S. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, SP, v. 35, n. 2, p. 57-63. 1995.

FREY, K. Políticas Públicas: um debate conceitual e reflexões referentes à prática da análise de políticas públicas no Brasil. Planejamento e Políticas Públicas, Brasília, DF, n. 21, jun. 2000.

FUJINO, A.; STAL, E. Gestão da propriedade intelectual na universidade pública brasileira: diretrizes para licenciamento e comercialização. Revista de Negócios, v. 12, n. 1, p. 104-120, 2007.

HÖFLING, E. de M. Estado e políticas (públicas) sociais. Cadernos Cedes, ano XXI, n. 55, nov. 2001.

LIMA, T. C. S; MIOTO, R. C. T. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento cientifico: a pesquisa bibliográfica. Rev. Katál. Florianópolis v. 10 n. esp. p. 37-45. 2007.

LIN, Bou-Wen. Technology Transfer as Technological learning: a source of competitive advantage for firms with limited R&D resources. R&D Management, v. 33, p. 327-341, June. 2003.

LOWI, Theodor. “American Business, Public Policy, Case Studies and Political Theory”, World Politics, 16: 677-715. 1964.

MACULAN, A. M. A Transferência de Tecnologia no Brasil: O PADCT como Estudo de Caso. Estudo para o PADCT III, Rio de Janeiro, MCT/PADCT/SE, 1995.

MARCHIORI, Mirella Prates; COLENCI, Alfredo. Transferência de Tecnologia Universidade- Empresa - A Busca por Mecanismos de Integração Efetiva. Revista de Ciência e Tecnologia, Política e Gestão para a Periferia. RECITEC, Recife, v.4, n.1, p.144-153, 2000.

MCTI. Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação 2012-2015. Balanço das Atividades Estruturantes. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Brasília, DF: 2012.

PLONSKY, Guilherme Ary. Cooperação empresa-universidade: antigos dilemas, novos desafios. Revista USP, v. 25, p. 32-41, mar./maio. 1995.

PLONSKI, G. A. Cooperação universidade-empresa: um desafio gerencial complexo. Revista Administração, São Paulo, v. 34, n. 4, p. 5-12, out/dez. 1999.

RANGEL, A. S. Diagnóstico de C&T no Brasil. Ministério da Ciência e Tecnologia. São Paulo, out. 1995. Disponível em: http://livroaberto.ibict.br/handle/1/970. Acesso em: 25/07/2015.

RIBEIRO, Públio Vieira Valadares. Inovação Tecnológica e Transferência de Tecnologia. Ministério da Ciência e Tecnologia. Secretaria de Política Tecnológica Empresarial. out. 2001.

RUA, M. das G. Análise de políticas públicas: conceitos básicos. Programa de Apoio a Gerência Social no Brasil. Brasília: BID. 1997.

SANTOS, M. E.; SOLLEIRO, J. L. Relações universidade-empresa no Brasil: diagnóstico e perspectivas. In J. Audy e M. Morosini (Orgs.), Inovação e Empreendedorismo na Universidade. p. 346-376. Porto Alegre: EDIPUCRS. 2006.

SANTOS, S. A. Criação de empresas de alta tecnologia. São Paulo: Pioneira, 2005.

SÁ-SILVA, J. R; ALMEIDA, C. D; GUINDANI, J. F. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, ano I, nº 1, jul. 2009.

SECCHI, L. Políticas públicas: conceitos, esquemas e análises de casos práticos. São Paulo, Cengage Learning. 2. ed. 2014

SEGATTO-MENDES, Andréa Paula; SBRAGIA, Roberto. O processo de cooperação universidade-empresa em universidades brasileiras. Revista de Administração, São Paulo v.37, n.4, p.58-71, out./dez. 2002.

SIEGEL, D.; WALDMAN, D.; ATWATER, L.; LINK, A. Toward a model of effective transfer of scientific knowledge from academicians to practitioners: qualitative evidence from commercialization of university technologies. Journal of Engineering and Technology Management, v. 21, n. 1-2, p. 115-142. 2004.

SILVA, L. E.; MAZZALI, L. Parceria tecnológica universidade-empresa: um arcabouço conceitual para a análise de gestão dessa relação. Parcerias Estratégicas, n. 11, MCT, 2001.

SOUZA, C. Políticas Públicas: questões temáticas e de pesquisa. Caderno CRH, Salvador, n. 39, p. 11-24, jul.-dez. 2003.

SOUZA, C. Políticas Públicas: uma revisão da literatura. Sociologias, Porto Alegre, ano 8, n. 16, jul.-dez. 2006, p. 20-45.

TAKAHASHI, V. P. Capacidades tecnológicas e transferência de tecnologia: estudo de múltiplos casos da indústria farmacêutica no Brasil e no Canadá. 223 p. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2002.

VAN WIJK, Raymond Van; JANSEN, Justin J. P.; LYLES, Marjorie A. Inter and Intra-Organizational Knowledge Transfer: A Meta-Analytic Review and Assessment of its Antecedents and Consequences. Journal of Management Studies, v. 45, issue 4, p. 830-853, June. 2008.

VEDOVELLO, Conceição A.; JUDICE, Valéria M. M.; MACULAN, Anne-Marie D. Revisão crítica às abordagens a parques tecnológicos: alternativas interpretativas às experiências brasileiras recentes. Revista de Administração e Inovação, São Paulo, v. 3, n. 2, p. 103-118, 2006.

VIANA, A. L. Abordagens metodológicas em políticas públicas. Rev. Adm. Pública. Rio de janeiro, v. 30, n. 2, p. 5-43, mar/abr. 1996.




DOI: https://doi.org/10.26694/2358.1735.2016.v3ed13871

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários