COMPARABILIDADE DA MENSURAÇÃO AO VALOR JUSTO DE COMPANHIAS ABERTAS BRASILEIRAS PERTENCENTES AO ÍNDICE BOVESPA

Rayanne Silva Barbosa, Sirlei Lemes, Flaida Êmine Alves de Souza

Resumo


O presente estudo teve como objetivo identificar o nível de comparabilidade na mensuração ao valor justo de companhias abertas brasileiras de acordo com os Pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). Para isso, foram analisadas as demonstrações financeiras de 65 companhias abertas que compunham a carteira do índice Bovespa no primeiro quadrimestre de 2014, no ano de transição e no ano de adoção das Normas Internacionais de contabilidade, 2009 e 2010, respectivamente. A partir dos dados coletados, pela reaplicação do instrumento de coleta de dados de Cairns, Massaudi, Taplin e Tarca (2011), fez-se o cálculo do índice de comparabilidade dos subgrupos ativo imobilizado, propriedades para investimento, ativo intangível, ativo biológico e instrumentos financeiros pelo índice H - Herfindahl. Os resultados obtidos indicam que houve um aumento no uso da mensuração ao valor justo, pois em torno de 70% das companhias abertas que tinham essa opção, optaram por utilizá-la. Em relação à comparabilidade, constatou-se que houve uma redução na comparabilidade das demonstrações financeiras, possivelmente em virtude da existência de escolhas contábeis. Entretanto, apesar da diminuição no nível de comparabilidade das demonstrações financeiras elas ainda são comparáveis, pois não houve piora que tornasse como baixa o nível de comparabilidade, assim como nenhum dos subgrupos apresentou índice menor que 0,500.


Palavras-chave


Ciências Contábeis; Finanças; Contabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, J. F. de et al. Alguns aspectos das práticas de suavização de resultados no conservadorismo das companhias abertas listadas na BM&FBOVESPA. Revista Contabilidade e Finanças, São Paulo, v. 23, n. 58, p. 65-75, jan./abr., 2012. Disponível em: . Acesso em: 01 out. 2016.

BARTH, M. E. Global Comparability in financial reporting: what, why, how, and when?. China Journal of Accounting Studies, London, v. 1, n. 1, p. 2-12, 2013.

BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS DE SÃO PAULO. Composição/Carteira do Índice. 2014a. Disponível em: . Acesso em: 12 set. 2016.

BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS DE SÃO PAULO. O que é o Ibovespa?. 2014b. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

BOTINHA, R. A.; SANTOS, C. K. S.; LEMES, S. O uso das escolhas contábeis na mensuração do ativo biológico: um estudo comparativo entre companhia. In: SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO, 16., 2013, São Paulo. Anais eletrônico... São Paulo: SemeAD, 2013. p. 1-14. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

BRASIL. Lei nº 11.638, de 28 de dezembro de 2007. Altera e revoga dispositivos da Lei no 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e da Lei no 6.385, de 7 de dezembro de 1976, e estende às sociedades de grande porte disposições relativas à elaboração e divulgação de demonstrações financeiras. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 28 dez. 2007. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

CAIRNS, D. et al. IFRS fair value measurement and accounting policy choice in the United Kingdom and Australia. The British Accounting Review, London, v. 43, p. 1-21, 2011.

CHRISTENSEN, H. B.; NIKOLAEV, V. V. Does fair value accounting for non-financial assets pass the market test? Review of Accounting Studies, [S.l.], v. 18, p. 734-775, 2013.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIARES. Comunicado ao Mercado, de 14 de janeiro de 2008. Esclarecimento ao mercado e consulta pública sobre ato normativo a ser emitido pela CVM, referente à aplicação da Lei nº 11.638/07 que altera dispositivos da Lei nº 6.404/76 sobre matéria contábil. 2008. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

_________. Instrução CVM nº 457, de 13 de julho de 2007. Dispõe sobre a elaboração e divulgação das demonstrações financeiras consolidadas, com base no padrão contábil internacional emitido pelo International Accounting Standards Board - IASB. 2007. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. CPC 00 - Pronunciamento conceitual básico (R1). 2011. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

_________. CPC 04 – Ativo intangível (R1). 2010. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

_________. CPC 14 - Instrumentos financeiros: reconhecimento, mensuração e evidenciação. 2008. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

_________. CPC 27 - Ativo imobilizado. 2009. Disponível em: . Acesso em 26 set. 2016.

_________. CPC 28 - Propriedade para investimento. 2009. Disponível em: . Acesso em 26 set. 2016.

_________. CPC 29 - Ativo biológico e produto agrícola. 2009. Disponível em: . Acesso em 26 set. 2016.

_________. CPC 38 - Instrumentos financeiros: reconhecimento e mensuração. 2009. Disponível em: . Acesso em 26 set. 2016.

_________. CPC 39 - Instrumentos financeiros: apresentação. 2009. Disponível em: . Acesso em 26 set. 2016.

_________. CPC 46 - Mensuração do valor justo. 2012. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

_________. ICPC 10 - Interpretação sobre a aplicação inicial ao ativo imobilizado e à propriedade para investimento dos pronunciamentos técnicos CPCs 27, 28, 37 e 43. 2009. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

_________. Promunciamentos. 2014. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. NBC TG 37 - Adoção inicial das normas internacionais de contabilidade (R2). 2014. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

_________. Resolução CFC nº 1.055, de 7 de outubro de 2005. Cria o Comitê de Pronunciamentos Contábeis – (CPC), e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

FIELDS, T. D.; LYS, T. Z.; VINCENT, L. Empirical research on accounting choice. Journal Of Accounting And Economics, British Columbia, n. 31, p. 255-307, 2001. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

FINANCIAL ACCOUNTING STANDARDS. FAS 142 - Goodwill and other intangible assets. 2011. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

FRANCIS, J. Discussion of empirical research on accounting choice. Journal of Accounting and Economics, [S.l.], v. 31, p. 309-319, 2001.

GORDON, I.; GALLERY, N. Assessing financial reporting comparability across institutional settings: The case of pension accounting. The British Accounting Review, [S.l.], v. 44, p. 11-20, 2012.

HALLER, A.; WEHRFRITZ, M. The impact of national GAAP and accounting traditions on IFRS policy selection: evidence from Germany and the UK. Journal of International Accounting, Auditing and Taxation, [S.l.], v. 22. p. 39-56, 2013.

INTERNATIONAL ACCOUNTING STANDARDS BOARD. Quem somos e o que fazemos. 2013. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

IUDÍCIBUS, S.; MARION, J. C. Introdução à Teoria da Contabilidade. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2006. 288 p.

JAAFAR, A.; MCLEAY, S. Country effects and sector effects on the harmonization of accounting policy choice. ABACUS, [S.l.], v. 43, n. 2, 2007.

KPMG. Fair value measurement: questions and answers. 2013. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

MULLER, K. A.; RIEDL, E. J.; SELLHORN, T. Causes and consequences of choosing historical cost versus fair value, 2008. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2016.

MURCIA, F. D.; WUERGES, A. Escolhas contábeis no mercado brasileiro: divulgação voluntária de informações versus gerenciamento de resultados. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 7, n. 2, p. 28-44, abr./jun. 2011. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

PENG, S.; BEWLEY, K. Adaptability to fair value accounting in an emerging economy. Accounting, Auditing & Accountability Journal, [S.l.], v. 28, n. 8, p. 962-1011, 2010.

PRADO, A. G. da S.; BATISTA, F. F.; BONOLI, E. L. Avaliação das propriedades para investimento: uma análise dos fatores que influenciam na decisão entre valor justo e modelo de custo. In: CONGRESSO USP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 12., 2012, São Paulo. Anais eletrônico... São Paulo: USP, 2012, p. 1-16. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

PRADO, T. A. R.; LEMES, S. Full IFRS no Brasil: um estudo sobre os impactos de cada pronunciamento do CPC nas demonstrações contábeis das companhias abertas brasileiras. Revista Mineira de Contabilidade, Belo Horizonte, v. 52, n. 4, p. 73-82, out./dez. 2013.

SILVA FILHO, A. C. da C.; MARTINS, V. G.; MACHADO, M. A. V. Adoção do valor justo para os ativos biológicos: análise de sua relevância em empresas brasileiras. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 9, n. 4, p. 110-127, out./dez. 2013. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

SOUZA, F. Ê. A. de; SILVA, M. H. da; COSTA, P. de S. A comparabilidade das escolhas contábeis na avaliação de ativos intangíveis de companhias abertas brasileiras. In: SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO, 16., 2013, São Paulo. Anais eletrônico... São Paulo: SemeAD, 2013. p. 1-16. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

SOUZA, M. M. de; BORBA, J. A.; UHLMANN, V. O. Valor justo: uma verificação das informações divulgadas por empresas de capital aberto brasileiras. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, Rio de Janeiro, v. 16, n. 3, p. 99-114, set./dez. 2011. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2016.

TAPLIN, R. A unified approach to the measurement of international accounting harmony. Accounting and Business Research, London, v. 34, n. 1, p. 57–73, 2004.

_________. The measurement of comparability in accounting research. Abacus, [S.l.], v. 47, n. 3, 2011.

TUDOR, A. T; DRAGU, I. M. Impact of International Financial Reporting Standards on accounting practices harmonization within European Union – particular case of intangible assets. Annales Universitatis Apulensis Series Oeconomica, [S.l.], v. 12, n. 1, p. 191-206, 2010.

VAN DER TAS, L. G. Measuring harmonization of financial reporting practice. Accounting and Business Research, London, v. 18, n. 70. p. 157-169, 1988.

WATTS, R. L. Accounting choice theory and market-based research in accounting. British Accounting Review, [S.l.], v. 24, p. 235-267, 1992.

ZEFF, A. S. Some obstacles to global financial reporting comparability and convergence at a high level of quality. The British Accounting Review, [S.l.], v. 39, p. 290-302, 2007.




DOI: https://doi.org/10.26694/2358.1735.2018.v5ed15329

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários