CRITÉRIOS RELEVANTES NA ESCOLHA DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR: Um Estudo com Discentes do Curso de Ciências Contábeis da Região Metropolitana do Recife

Nadielli Maria dos Santos Galvão, Andreza Cristiane Silva de Lima, Luana Leite Pereira dos Santos, Magda Vanessa Souza da Silva, Paulecy Nunes Ferreira

Resumo


O presente estudo teve como objetivo investigar quais os fatores, daqueles apontados como mais significativos pela literatura, foram considerados importantes para que os estudantes de ciências contábeis viessem a escolher a instituição onde iriam cursar a graduação na referida área de conhecimento. Para tal, realizou-se uma pesquisa survey com estudantes de cinco instituições privadas de ensino superior localizadas na Região Metropolitana do Recife. Os dados foram analisados através de metodologia quantitativa. Constatou-se que a maioria dos respondentes consideraram a facilidade de transporte para chegar na instituição de ensino como um critério relevante na escolha da faculdade onde realizar o curso de ciências contábeis. Ainda verificou-se que algumas variáveis do perfil dos respondentes tais como gênero, faixa etária, situação profissional, ser ou não bolsista e estar no primeiro de curso de graduação ou já ter tido experiência universitária anterior podem exercer influência na percepção destes de quais foram os critérios relevantes no processo de escolha

Palavras-chave


Discentes. Educação Contábil. Graduação. Instituições de ensino superior

Texto completo:

PDF

Referências


ALÉSSIO, S. C.; DOMINGUES, M. J. C. S.; SCARPIN, J. E. Fatores determinantes na escolha por uma instituição de ensino superior do Sul do Brasil. Anais do VII SEGeT – Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, Resende – RJ, 31 de outubro e 01 de novembro de 2010.

BAERT; P. Algumas limitações das explicações da escolha racional na ciência política e sociologia. Revista brasileira de ciências sociais, São Paulo, v.12, n. 35, fevereiro de 1997.

BARBETTA, P.A. Estatística aplicada às Ciências Sociais. 5 ed. Florianópolis: UFSC, 2002.

Bergamo; F.V.M.; Ponchio; M.C.; Zambaldi; F.; Giuliani; A.C.; Spers; E.E. De Prospect a Aluno: Fatores Influenciadores da Escolha de uma Instituição de Ensino Superior. Anais do III Encontro de Marketing da ANPAD, Curitiba, 14 a 16 de maio de 2008.

BRASIL. Censo da educação superior 2013: resumo técnico. Brasília: Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2014.

BRASIL. Lei 10.861 de 14 de abril de 2004 - Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Disponível em: Acesso em junho de 2016.

BRASIL. Lei 5.773 de 9 de maio de 2006. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e seqüenciais no sistema federal de ensino. Disponível em: Acesso em junho de 2016.

BUSKENS; V. Rational Choice Theory in Sociology. . International Encyclopedia of the Social & Behavioral Sciences, 2 ed. Pages 901–906, 2015.

CAPELATO, R. (Organizador) (2015). Mapa do ensino superior no Brasil. São Paulo: Sindicato das mantenedoras de ensino superior.

CARROL; L (1980). Aventuras de Alice. Tradução e organização de Sebastião Uchoa Leite. 3 ed. São Paulo: Summus.

CHAPMAN; D.W (1981). A Model of Student College Choice, The Journal of Higher Education, Vol. 52, No. 5, pp. 490 – 505; set-oct.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Lei n. 12.249 de 11 de junho de 2010- altera os Decretos-Leis nos 9.295, de 27 de maio de 1946, 1.040, de 21 de outubro de 1969. Disponível em: Acesso em: 07/01/2015.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução 1.373 de 8 de dezembro de 2011 - Regulamenta o Exame de Suficiência como requisito para obtenção ou restabelecimento de Registro Profissional em Conselho Regional de Contabilidade (CRC). Disponível em: Acesso em: 07/01/2015.

FEREJOHN; J. PASQUINO; P.. A teoria da escolha racional na ciência política: conceitos de racionalidade em teoria política. Revista brasileira de ciências sociais, v.16, n. 45, fevereiro, 2011.

FIELD, A . Descobrindo a estatística usando o SPSS. Porto Alegre: Artmed, 2009.

GALVÃO; N.M.S. Percepção dos Contadores sobre o Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade. Revista Catarinense de Ciência Contábil, Florianópolis, v.15, n.16, maio-agosto, 2016.

JORDANI; P.S.; BARICHELO; R.; ARTMANN; C.R.; ECKER; J.S. Fatores Determinantes Na Escolha profissional: um estudo com alunos concluintes do ensino médio da região Oeste de Santa Catarina. Revista ADMpg Gestão Estratégica, Ponta Grossa, v.7, n.2, p. 25-32, 2014.

Kline; P. The handbook of psychological testing.2nd ed. Routledge, 1999.

Leite, C.E.B.; Guimarães, G. Qualidade nos Cursos de Ciências Contábeis. Contabilidade Vista e Revista. Belo Horizonte, v. 15, n.1, p.35-51, 2004.

MAINARDES, E. W.; DOMINGUES, M.J. C.S. Atração de alunos para a graduação em administração em Joinville – SC: estudo multicaso sobre os fatores relacionados ao mercado de trabalho. FACEF Pesquisa, v. 13, n. 1, p. 32-47, 2010.

Maringe; F. University and course choice. International Journal of Educational Management, Vol. 20 Iss 6 pp. 466 – 479, 2006.

MEDEIROS; P.M., GALVÃO; N.M.S.; ARAÚJO; J.G.N.; LAGIOIA; U.C.T.; FERREIRA; A.P.S. Percepção dos discentes de ciências contábeis quanto ao comportamento no ambiente de trabalho: um estudo baseado na teoria X e Y. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, Salvador, v. 6, n. 1, p. 152-172, jan./abr, 2016

MEIRELES; F. Teoria da escolha racional: limites e alcances explicativos. Revista eletrônica de ciências sociais, João Pessoa, n. 22, p. 52-61, dezembro, 2012.

MIRANDA, C. M. S; DOMINGUES, M. J.C.S. Razões para escolha de uma IES: uma abordagem sobre o perfil socioeconômico de alunos interessados em cursar administração. Anais do XVII ENANGRAD – Encontro Nacional dos Cursos de Graduação em Administração, São Luiz, Maranhão, agosto de 2006

MORAES, T. P. B. Os sete pilares da natureza humana. Uma crítica à teoria da escolha racional por meio da análise dos grandes desafios evolutivos. Sol Nascente, v. 5, p. 44-66, 2014.

MORENO; M.M.; SANTOS; F.V.; SANTOS, C.B. O fortalecimento da mulher na área contábil – crescimento e valorização profissional. Estudos, Goiânia, v. 42, n. 2, p. 201-210, abr./jun, 2015.

MOTA; E.R.C.F..; SOUZA; M.A. A evolução da mulher na contabilidade: os desafios da profissão. Anais do Congresso Virtual brasileiro – Administração (COVIBRA), 2013. Disponível em: Acesso em junho de 2016.

OLIVEIRA; J.G.; NASCIMENTO NETO; A.G.; DANTAS, J.M. Avaliação do ensino no curso de ciências contábeis: o olhar dos discentes da Universidade Federal da Paraíba. Anais do XI Encontro de iniciação a docência. João Pessoa: Ed. Universitária, 2008.

RAMOS, S.C.; SANDER, J. A.; PRADO, P. H. M. Processo decisório para escolha de uma instituição de ensino superior: dimensões da decisão e fatores relevantes. Anais do Encontro da ANPAD, Rio de Janeiro, 7 a 11 de setembro de 2013.

SCHEEFER, F. Teoria da escolha racional: a evidenciação do homo economicus? Em Tese, Florianópolis, v.10, n.1, janeiro a junho, 2013.

SOUTAR; G.N.; TURNER; J.P. Students’ preferences for university: a conjoint analysis. International Journal of Educational Management, Vol. 16 Iss 1 pp. 40 – 45, 2002.

VELOUTSOU; C.; LEWIS; J.W.; PATON, R.A. University selection: information requirements and importance. International Journal of Educational Management, Vol. 18 Iss 3 pp. 160 – 171, 2004.

YAMAMOTO; G.T. University evaluation-selection: a Turkish case. International Journal of Educational Management, Vol. 20 Iss 7 pp. 559 – 569, 2006.

ZEY; M.A. Rational Choice and Organization Theory. International Encyclopedia of the Social & Behavioral Sciences. 2 ed. P. 892-895, 2015.




DOI: https://doi.org/10.26694/2358.1735.2017.v4ed25732

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários