Revista Ininga - ISSN 2359-2265

Revista Ininga | ISSN 2359-2265

Programa de Pós-graduação em Letras da UFPI

Notícias

 

Ininga - Chamada para publicação

 

A Revista Ininga está recebendo trabalhos para publicação no volume 6, número 2 de 2019.

Tema: Literatura Latino Americana e Caribenha: Escritas de Si

Organizadores: Alcione Alves Correa Lopes (UFPI), Margareth Torres de Alencar Costa (UESPI) e Susana Beatriz Cella (UBA)

Este dossiê propõe uma reflexão sobre a escrita de si no cenário da América Latina e Caribe, focando em textos que tratam da escrita autobiográfica e auto ficcional. Desta forma contempla-se textos que abordem a discussão sobre a literatura de testemunho, escrita auto ficcional, diários, textos historiográficos que mesclam o real com o imaginário. George Gusdorf (1912-2000) é um dos teóricos franceses que se destaca pela vasta produção teórica centralizada na questão das escritas de si. A noção de autoficção, proposta por este estudioso, difere da teoria proposta por Lejeune (2005) na medida em que um/a autor/a pode optar por contar sua vida em 1ª ou 3ª pessoa, utilizando os elementos ficcionais a serviço de uma busca pela autoficção. No que diz respeito à literatura de testemunho, o estudo memorialístico é importante porque apresenta diversas partes da obra em que personagens rememoram as experiências traumáticas vividas individual ou coletivamente. Essa presença, no texto literário, revela personagens angustiados com a situação desumana a qual foram submetidos. Assim sendo, processam-se lembranças do convívio familiar que retornam à mente do narrador. A memória coletiva é formada por lembranças dos sujeitos, ou seja, dos vários grupos dos quais fazem parte. Já Paul Ricoeur (2007) chama a atenção para o fato de a memória e a história encontrarem-se juntas, ainda que de modo conflitivo. A contribuição de Seligmann-Silva (2003), Halbwachs (2006) e de Candido (2006), considerando que todos os acontecimentos e narrativas se passam no convívio em sociedade, viabiliza a reflexão e entendimento sobre as narrativas de si escritas por mulheres em diversas as épocas. Este dossiê pretende, portanto, contribuir para a reflexão da história, da memória, das literaturas de si, recebendo propostas de trabalhos que debatam a escrita de homens e mulheres na América Latina e Caribe. A finalidade deste dossiê é, ainda, apresentar ao leitor um painel variado de vozes literárias, de diferentes gêneros literários produzidos na região, englobando poesia, prosa e drama das últimas décadas. Espera-se artigos e ensaios que se enquadrem nessa temática, alertando que a revista conta também com seção de tema livre, que comporta textos diversos de crítica e teoria literárias.

Palavras-chave: Escritas de si; autobiografia; autoficção; memória e trauma.

Prazo para submissão de artigos: 31 de maio de 2019 

Para envio de trabalho, acesse o portal da revista, cadastre-se como autor e faça a submissão do mesmo. Caso o artigo tenha mais de um autor, todos deverão estar cadastrados. Observe atentamente as "diretrizes para autores". No item "Comentários para o editor", informe que o artigo está sendo submetido para o volume 6, número 2 de 2019.

Cordialmente,

Equipe de editoria.
 
Publicado: 2019-04-06
 
Outras notícias...

v. 5, n. 1 (2018): LINGUÍSTICA


Capa da revista