Desempenho de novilhos holandeses recriados com dietas 100% concentrado inteiramente peletizada ou não

Mikael Neumann, Guilherme Fernando Mattos Leão, Egon Henrique Horst, Danubia Nogueira Figueira, Tânia Mara Becher Ribas

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar o consumo e o desempenho de novilhos holandeses confinados alimentados com dietas 100% concentrado: T1 – dieta 100% concentrado composta por 80% de grão de milho inteiro e 20% de núcleo comercial peletizado (MGI + NP) e T2 – dieta 100% concentrada peletizada (CP). Foram utilizados 24 novilhos inteiros da raça Holandesa, provenientes de um mesmo rebanho, com idade média de 180 dias e peso corporal médio inicial de 180±7 kg. Os consumos de matéria seca, expressos em kg animal dia-1 e em porcentagem do peso vivo diferiram (P<0,05) entre os dois tipos de dietas, mostrando maiores valores para a dieta 100% concentrado na forma peletizada (5,72 kg dia-1 e 2,20%) comparativamente a dieta composta de 80% de milho grão inteiro + 20% de núcleo protéico (5,57 kg dia-1 e 2,02%). Animais alimentados com dieta MGI + NP obtiveram maior (P<0,05) ganho de peso (1,354 versus 1,257 kg dia-1) e melhor eficiência alimentar (4,31 versus 4,50 kg de matéria seca kg de ganho de peso-1) em relação a dieta 100% concentrado na forma peletizada. O tipo de fornecimento de dietas com alta proporção de concentrado alterou o desempenho de novilhos holandeses confinados, sendo que a dieta MGI + NP apresentou melhores resultados.

DOI: 10.15528/2176-4158/rcpa.v17n2p76-83


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15528/4370