Doctrinal principles of Unified Health System in an obstetric center by nursing students / Princípios doutrinários do Sistema Único de Saúde em um centro obstétrico por estudantes de enfermagem / Principios doctrinarios del Sistema Único de Salud en un centro obstétrico..

Maria Joara da Silva, José Diego Marques Santos, Vanessa Maria Oliveira Viana, Inez Sampaio Nery

Resumo


Objetivo: refletir sobre como as práticas de enfermagem baseadas nos princípios doutrinários do Sistema Único de Saúde, de alunos do projeto de extensão em centro obstétrico de uma maternidade, podem contribuir para se ter uma assistência humanizada à parturiente, puérpera e recém-nascido. Metodologia: estudo descritivo, sedimentado em relato de experiência, realizado por alunos do Curso de Enfermagem - Bacharelado da Universidade Federal do Piauí que são bolsistas do Projeto de Extensão “Promoção do Parto e nascimento saudável no Centro Obstétrico da Maternidade Dona Evangelina Rosa” em 2017. Resultados: a atenção à parturiente, puérpera e recém-nascido seguiu os princípios doutrinários do Sistema Único de Saúde. Os extensionistas proporcionaram conforto e segurança para as parturientes, realizando práticas baseadas em evidências científicas, com contribuição para uma assistência de enfermagem humanizada e tendo como foco essas mulheres enquanto sujeitos de direitos, os quais são regidos pela universalidade, integralidade e equidade. Conclusão: a atuação dos alunos de extensão no centro obstétrico contribui fortemente para uma assistência de enfermagem de qualidade e humanizada às parturientes, puérperas e recém-nascidos com base nos princípios do sistema único de saúde.

Descritores: Assistência de Enfermagem. Parturiente. Cuidado à Mulher e Recém-nascido. Saúde da Mulher. Sistema Único de Saúde.


Texto completo:

PDF

Referências


Chou D, Tunçalp O, Firoz T, Barreix M,Filippi V, Dadelszen PV , et al. Constructing maternal morbidity – towards a standard tool to measure and monitor maternal health beyond mortality. BMC Pregnancy Childbirth [Internet]. 2016 [cited 2017 Nov 04]; 16(45):1-10. Available from: DOI https://doi.org/10.1186/s12884-015-0789-4

Souza JP. Maternal mortality and the new objectives of sustainable development. Rev Bras Ginecol Obstet [Internet] 2015; [cited 2017 Nov 04]; 37(12):549-51. Available from: DOI: http://dx.doi.org/10.1590/SO100-720320150005526

Souza CM, Ferreira CB, Barbosa NR, Marques, JF. Nursing staff and the care devices in the childbirth process: focus on humanization. Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online). [Internet] 2013; [cited 2017 Nov 04]; 5(4):743-54. Available from: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/2380 DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2013.v5i4.743-754

Cassiano AN, Araujo MG, Holanda CSM, Costa RKS. Perception of nurses on humanization in nursing care in immediate puerperium. Rev pesquicuidfundam (Online) [Internet]. 2015 [cited 2017 Nov 04]; 7(1):2051-60. Available from: DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i1.2051-2060

Brasil. Portaria GM/MS n.569, de 01 de junho de 2000. Institui o Programa de Humanização no Pré-natal e Nascimento no âmbito do Sistema Único de Saúde. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 ago. 2000b. p.112.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção á Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Portaria Nº 1.459/GM, 24 de junho de 2011. Institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde, a Rede Cegonha. Brasília (DF): 2011.

Dias JMG, Oliveira APS, Cipolotti R, Monteiro BKSM, Pereira RO. Maternal mortality. Rev Med Minas Gerais [internet]. 2015 [cited 2017 Nov 04]; 25(2): 173-179 Available from: DOI: http://www.dx.doi.org/10.5935/2238-3182.20150034

Aguiar, ZN. SUS – antecedentes, percurso, perspectivas e desafios. 2. ed. São Paulo: Martinari, 2015.

Soares FM, Gouveia MTO, Rocha SS, Gonçalves RR. Early contact: mother-and-infant bond in the first hour of life. Rev. Enferm. UFPI [Internet] 2014 [cited 2017 Fev 20]; 3(3):94-9. Available from: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/1677/pdf

Silva DC, Rodrigues ARGM, Pimenta CJL, Leite ES. Perspective of mothers about nursing care humanized in normal birth. REBES [Internet] 2015 [cited 2017 Nov 04]; 5(2):50-56. Available from: http://www.gvaa.com.br/revista/index.php/REBES/article/view/3660

Soratto J, Witt RR, Pires DEP, Schoeller SD, Sipriano CAS. Percepções dos profissionais de saúde sobre a Estratégia Saúde da Família: equidade, universalidade, trabalho em equipe e promoção da saúde/prevenção de doenças. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet] 2015 [cited 2017 Nov 04]; 10(34):1-7. Available from: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/872

Peiter CC, Lanzoni GMM, Oliveira WF. Healthcare regulation and equity promotion: The National Regulation System and the health access in a large municipality. Saúde debate [Internet] 2016 [cited 2017 Nov 04]; 40 (111): 63-73. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-11042016000400063&script=sci_abstract&tlng=pt DOI: 10.1590/0103-1104201611105




DOI: https://doi.org/10.26694/2238-7234.7478-82

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

Indexado em:




Apoio: