Association between smoking and health conditions in women / Associação entre tabagismo e condições de saúde em mulheres / Associación entre el tabaquismo y las condiciones de salud..

Ana Paula Cardoso Costa, Claudete Ferreira de Souza Monteiro, Ariane Gomes dos Santos, Fernando José Guedes da Silva Júnior

Resumo


Objetivo: verificar a associação entre tabagismo e condições de saúde em mulheres. Metodologia: estudo transversal, desenvolvido por meio de inquérito epidemiológico, em Unidades Básicas de Saúde do Piauí. A população foram mulheres com idade entre 20 e 59 anos, a amostra totalizou 369 participantes. Os dados foram coletados entre agosto de 2015 e março de 2016 por meio do Non-Student Drugs Use Questionnaire e formulário para dados sociodemográficos, econômicos e condições de saúde. A análise se deu por meio do software Statistical Package for the Social Science, 20.0. Resultados: a prevalência de mulheres que consomem tabaco foi 18%. Mulheres que fazem uso de medicação possuem 43,8% menos propensão de fazerem uso de tabaco quando comparada às que não usam; Mulheres que usam contraceptivos tiveram 45,0% menos propensão de serem tabagistas, quando comparadas às que não utilizavam; Mulheres que faziam exame de mama tiveram 44,5% menos propensão de fazerem uso de tabaco, quando comparadas às que não faziam. Conclusão: o tabagismo em mulheres atendidas na atenção básica no estado do Piauí está associado a algumas condições de prevenção de saúde. Mulheres que fazem uso de medicação, método contraceptivo e exame das mamas são menos propensas a serem tabagistas.

Descritores: Tabaco. Saúde da Mulher. Fumar.


Texto completo:

PDF

Referências


Bardach A, Perdomo HAG, Gándara RAR, Ciapponi A. Niveles de ingreso y prevalência de tabaquismo em América Latina: revisión sistemática y metaanálisis. Rev Panam Salud Publica. [Internet] 2016; 40(4): 263-271. Disponível em: https://scielosp.org/pdf/rpsp/2016.v40n4/263-271/es

Martinelli PM, Lopes CM, Muniz PT, Souza OF. Tabagismo em adultos no município de Rio Branco, Acre: um estudo de base populacional. Rev. Bras. Epidemiol. [Internet] 2014; 17(4): 989-100. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1809-4503201400040016

Scarinci IC, Bittencourt L, Person S, Cruz RC, Moysés ST. Prevalência do uso de produtos derivados do tabaco e fatores associados em mulheres no Paraná, Brasil. Cad. Saúde Pública. [Internet] 2012; 28(8): 1450-1458. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v28n8/04.pdf

Organización Panamericana de la Salud. Informe sobre El Control del Tabaco em la Región de las Américas.Washington, DC: OPAS, 2016.

Eriksen M, Mackay J, Schluger N, Gomeshtapeh FI, Drope J. The Tobacco Atlas. 5th ed. Atlanta, GA: American Cancer Society; New York, NY: World Lung Foundation; 2015.

Pereira CF, Vargas D. Perfil de mulheres que realizaram tratamento para cessação do tabagismo: revisão sistemática. Rev Saúde Pública. [Internet] 2015; 49(40): 1-8. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-8910.2015049005783

Malta DC, Stopa SR, Santos MAS, Andrade SSCA, Oliveira TP, Cristo EB, et al. Evolução de indicadores do tabagismo segundo inquéritos de telefone, 2006-2014. Cad. Saúde Pública. [Internet] 2017; 33(3): 162-173. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00134915

Lucchese R, Paranhos DL, Netto NS, Vera I, Silva GC. Fatores associados ao uso nocivo do tabaco durante a gestação. Acta Paul Enferm. [Internet] 2016; 29(3): 325-331. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ape/v29n3/1982-0194-ape-29-03-0325.pdf

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo 2010. Brasilía (DF); 2010. Disponível em: https://censo2010.ibge.gov.br/ Acesso em: 6 de setembro de 2016.

Gil AC. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6 ed. São Paulo: Atlas; 2008.

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Vigitel Brasil 2014: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico. Brasília (DF); 2015. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/vigitel_brasil_2014.pdf Acesso em: 20 de maio de 2017.

Ministério da Saúde (BR). Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde/MS sobre diretrizes de Normas Regulamentadoras de Pesquisa envolvendo seres humanos. Diário Oficial da União, 12 dez 2012. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf Acesso em: 13 de setembro de 2016.

Smeltzer SC, Bare BG, Hinkle JL, Cheever KH. Brunner&Suddarth: Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica. 12ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2014.

Silva EF, Laste G, Torres RL, Hidalgo MPL, Stroher R, Torres ILS. Consumo de álcool e tabaco: fator de risco para doença cardiovascular em população idosa do sul do Brasil. Revista Saúde e Desenvolvimento Humano. [Internet] 2017; 5(1): 23-33. Disponível em: http://dx.doi.org/10.18316/sdh.v5i1.2339

Vomero ND, Colpo E. Cuidados nutricionais na úlcera péptica. ABCD Arq Bras Cir Dig. [Internet] 2014; 27(4): 298-302. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202014000400017

Ddine LC, Ddine CC, Rodrigues CCR, Kirsten VR, Colpo E. Fatores associados com a gastrite crônica em pacientes com presença ou ausência do Helicobacter pylori. ABCD Arq Bras Cir Dig. [Internet] 2012; 25(2): 96-100. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202012000200007

Edelman A. Teens and young adults should be started on long-acting reversible contraceptives before sexual activity commences: against - preemptive use without need or benefit may cause more harm than good. An I. J. Obst. Gynecology. [Internet] 2015; 12(8): 1052-1059. Disponível em: https://doi.org/10.1111/1471-0528.13465

Bedin R, Gasparin VA, Pitilin EB. Fatores associados às alterações cérvico-uterinas de mulheres atendidas em um município polo do oeste catarinense. Rev Fund Care Online. [Internet] 2017; 9(1): 167-174. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2017.v9i1.167-174

Arruda RL, Teles ED, Machado NS, Oliveira FJF, Fontoura IG, Ferreira AGN. Prevenção do câncer de mama em mulheres atendidas em Unidade Básica de Saúde. Rev Rene. [Internet] 2015; 16(2): 143-149. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/3240/324038465002.pdf

Silva RP, Chaves ECL, Pillon SC, Silva AM, Moreira DS, Iunes DH. Contribuições da auriculoterapia na cessação do tabagismo: estudo piloto. Rev Esc Enferm USP. [Internet] 2014; 48(5): 883-890. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v48n5/pt_0080-6234-reeusp-48-05-883.pdf

Sousa CA, César CLG, Barros MBA, Carandina L, Goldbaum M, Marchioni DML, et al. Prevalência de atividade física no lazer e fatores associados: estudo de base populacional em São Paulo, Brasil, 2008-2009. Cad. Saúde Pública. [Internet] 2013; 29(2): 270-282. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v29n2/14.pdf

Turi BC, Codogno JS, Fernandes RA, Monteiro HL. Atividade física, obesidade abdominal e compra de medicamentos em adultos: estudo transversal retrospectivo com usuários da atenção básica de saúde. Rev. Educ. Fís/UEM. [Internet] 2015; 26(4): 573-581. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4025/reveducfis.v26i4.22873

Côrrea DAS, Felisbino-Mendes MS, Mendes MS, Malta DC, Velasquez-Melendez G. Fatores associados ao uso contraindicado de contraceptivos orais no Brasil. Rev Saúde Pública. [Internet] 2017; 51(1): 1-10. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v51/pt_0034-8910-rsp-S1518-87872017051006113.pdf

Callai T, Daronco F, Konrad NL, Wichmann JF, Costa F, Prezzi SH. Tabagismo e uso de anticoncepcionais orais relacionados a fenômenos tromboembólicos: relato de caso e revisão de literatura. Reprod Clim. [Internet] 2017; 32(2): 138-144. Disponível em: DOI: 10.1016/j.recli.2016.11.004

Nunes CR, Abreu AMOW. Influência dos radicais livres e envolvimento do processo inflamatório na aterosclerose. Vértices. [Internet] 2012; 14(3): 53-69. Disponível em: http://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/1426

Gehrke F, Barcellos JV, Rodrigues T, Zimermann TBS, Mistura C, Cervi T. Câncer de mama feminina no cenário da atenção básica à saúde: estudo de revisão narrativa. Rev Int. [Internet] 2016; 4(1): 121-129. Disponível em: http://revistaeletronica.unicruz.edu.br/index.php/eletronica/article/view/5090/pdf_117

Leal EM, Almeida LMN, Lima AGS. Knowledge and pratice of breast self examination in users of a health centre. Rev Enferm UFPI. [Internet] 2014; 3(3): 39-45. Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/reufpi/article/download/1676/pdf




DOI: https://doi.org/10.26694/2238-7234.7415-21

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

Indexado em:




Apoio: