Epidemiological profile of accidents by venomous animals / Perfil epidemiológico de acidentes por animais peçonhentos / Perfil epidemiológico de accidentes por animales venenosos

Caio Filipe Rosa da Silva, Carolina Magalhães dos Santos, Thaís Aparecida de Castro Palermo

Resumo


Objective: to identify the epidemiological profile of accidents by venomous animals in the municipality of Campos dos Goytacazes. Methodology: this is a quantitative, descriptive study with a retrospective approach, which the data of 462 chips of a secondary basis were investigated. A semi-structured road map constructed using the accident investigation sheet was used as a data collection instrument. This study was submitted and approved by the Research Ethics Committee of the Higher Institutes of Education of the Nossa Senhora Auxiliadora Educational Center under protocol number 92070618.3.0000.5524. Results: there was a predominance of male victims (62.1%), young adults (36.8%), without school attendance (2.2%) and urban origin (31%). The majority of accidents occurred in the rural area (42.4%) and the foot was the most affected member (25.5%). Scorpion accidents stood out among accidents (46.8%), followed by snakes (32.9%), and the botrópico genus (13.9%). Cases classified as light (62.6%), use of serum therapy (48.1%) and evolution to cure (79.4%) predominated. Conclusion: Accidents are influenced by regional characteristics presenting different form according to the region studied. Epidemiological studies related to these accidents contribute to the situational diagnosis and monitoring of exposures and outcomes.

Descriptors: Disease Notification. Information Systems. Accidents for venomous animals.

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil. Ministério da Saúde. Portal da Saúde, 2017. Disponível em:

http://portalarquivos2.saude.gov.br

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Manual de vigilância, prevenção e controle de zoonoses. Normas técnicas e operacionais. 2016. Disponível em: http://portalms.saude.gov.br

Ximenes LMAS, Santana LS, Silva OMC, Santana MS. Perfil dos acidentes ofídicos ocorridos no município de Alta Floresta, Mato Grosso. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer, Goiânia [Internet]. 2018; 15(27): 1458-1472. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Oliveira HFA, Costa CF, Sassi R. Relatos de acidentes por animais peçonhentos e medicina popular em agricultores de Cuité, região do Curimataú, Paraíba, Brasil. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo [Internet]. 2013;16(3): 633-643. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Brasil. Ministério da Saúde. Sistemas de Informação em Saúde. Vigilância em Saúde. 2017. Disponível em: http://portalms.saude.gov.br

Brasil. Ministério da Saúde. Portal da Saúde, 2016. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br

Barroso MFCM, Ribeiro AG, Abreu GS. Acidentes do trabalho em Campos dos Goytacazes sob a luz da previdência social e do Ministério da Saúde. Perspectivas online: exatas e engenharia, Campos dos Goytacazes [Internet]. 2013; 3 (6): 1-11. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Reckziegel GC, Júnior VLP. Análise do escorpionismo no Brasil no período de 2000 a 2010. Rev Pan-Amaz Saude [Internet]. 2014 Mar [citado 2018 Set 26]; 5(1): 67-68. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Lopes AB, Oliveira AA, Dias FCF, Santana VMX, Oliveira VS, Liberato AA, Calado EJR, Lobo PHP, Gusmão KE, Guedes VR. Perfil epidemiológico dos acidentes por animais peçonhentos na região Norte entre os anos entre 2012 e 2015: uma revisão. Revista de Patologia do Tocantins [Internet]. 2017; 4(2): 36-40. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Silva AM, Bernarde PS, Abreu LC. Accidents with poisonous animals in Brazil by age and sex. Journal of Human Growth and Development, São Paulo [Internet]. 2015; 25(1): 54-62. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Silva PLN, Costa AA, Damasceno RF, Neta AIO, Ferreira IR, Fonseca ADG. Perfil epidemiológico dos acidentes por animais peçonhentos notificados no Estado de Minas Gerais durante o período de 2010-2015. Revista SUSTINERE, Rio de Janeiro [Internet]. 2017; 5(2):199-217. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Bochner R, Struchiner CJ. Acidentes por animais peçonhentos e sistemas de informação no Estado do Rio de Janeiro de 1990 a 1996: uma análise exploratória. Cadernos de Saúde Pública [Internet]. 2003; 20(4): 976-985. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Kotviski BM, Barbola IF. Aspectos espaciais dos acidentes escorpiônicos em Ponta Grossa, Paraná, Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro [Internet]. 2013; 29(9): 1843-1858. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Barbosa IR. Aspectos clínicos e epidemiológicos dos acidentes provocados por animais peçonhentos no estado do Rio Grande do Norte. Revista Ciência Plural [Internet]. 2015; 1(3): 2-13. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Chippaux JP. Epidemiology of envenomations by terrestrial venomous animals in Brazil based on case reporting: from obvious facts to contingencies. Journal Of Venomous Animals And Toxins Including Tropical Diseases [Internet]. 2015; 21(1): 2-17. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Beraldo H, Anchieta D, Kupka F, Maraschin M, Alves D. Acidentes com animais peçonhentos em um hospital escola. Revista Varia Scientia– Ciências da Saúde [Internet]. 2017;3 (2): 194-200. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Silva JH, Giansante S, Silva RCR, Silva GB, Silva LB, Pinheiro LCB. Perfil epidemiológico dos acidentes com animais peçonhentos em Tangará da Serra (2007-2016). Journal Health Npeps. [Internet]. 2017; 2(1): 5-15. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Fiszon JT, Bochner R. Subnotificação de acidentes por animais peçonhentos registrados pelo SINAN no Estado do Rio de Janeiro no período de 2001 a 2005. Rev. Bras. Epidemiol. [Internet]. 2008; 11(1): 114–27. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Santana VTP, Suchara EA. Epidemiologia dos acidentes com animais peçonhentos registrados em Nova Xavantina – MT. Rev. Epidemiol. Control. Infect. [Internet]. 2015; 5(3):141-146. Disponível em: http//:www.scielo.com.br

Veloso LUP, Silva LCL, Sousa CR, Rodrigues PL. Perfil de violência em crianças de 0 a 9 anos atendidas em um hospital público. Rev. Enf. UFPI, Teresina [Internet]. 2015; 4(1):97-105. Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br




DOI: https://doi.org/10.26694/2238-7234.7335-41

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

Indexado em:




Apoio: