TAXONOMIA DO RELEVO NA ZONA COSTEIRA NOROESTE DE SÃO JOSÉ DE RIBAMAR – MA

Carlos Henrique Santos da Silva, Iracilde Maria de Moura Fé Lima, Quésia Duarte da Silva

Resumo


O presente trabalho elaborou uma classificação taxonômica do relevo na zona costeira Noroeste do município de São José de Ribamar, para identificar os principais táxons que representam a morfoestrutura e morfoescultura na área de estudo. Para a realização da pesquisa utilizou-se uma revisão da literatura; mapeamentos, trabalhos de campo e registro fotográfico, tendo como base a metodologia proposta por Ross (1992) para identificação e classificação dos táxons. Os resultados encontrados indicaram a existência de sete táxons, representando as feições de relevo locais. Estas geoformas são reflexos de sua estrutura e esculturação através da dinâmica dos processos endógenos e exógenos, tão importantes para a formação e configuração do relevo na área de estudo, resultando em morfologias únicas, com destaque para os tabuleiros, colinas, terraços marinhos, planícies fluviais, voçorocas, ravinas, praias, dunas e demoiselles.

Palavras-chave


Taxonomia do relevo. Zona Costeira. São José de Ribamar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK..