A INFLUÊNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA NO PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO

Marlon Pereira Costa, Henrique César Melo Ribeiro, Antônia Amanda Alves Pereira Moreira

Resumo


A presente pesquisa investigou a influência da educação financeira no planejamento orçamentário das instituições públicas de ensino superior. Trata-se de uma pesquisa de campo, a população da pesquisa foi constituída por discentes e docentes dos cursos de Administração, Contábeis e Economia das IES do Estado do Piauí, Ceará e Maranhão. Os resultados obtidos mostram que a dificuldade na gestão financeira pessoal se deve, em parte, à falta de educação financeira. O estudo veio a contribuir no entendimento do grau de importância da educação financeira e do planejamento orçamentário, servindo como material para pesquisas de fins acadêmicos, sociais e científicos. Contribuiu-se tanto para evidenciar a extrema importância de as instituições públicas de ensino superior transmitir cada vez mais conhecimentos acerca da educação financeira quanto para fomentar maiores conhecimentos sobre as instituições estudadas.

Palavras-chave


Educação Financeira; Finanças Pessoais; Instituições de Ensino Superior; Planejamento Orçamentário.

Texto completo:

PDF

Referências


AGAPITO, A. P. F. Ensino superior no Brasil: expansão e mercantilização na contemporaneidade. Temporalis, v.16, n. 32, p. 123-140, 2016.

AUGUSTINIS, V. F.; COSTA, A. de S. M. da; BARROS, D. F. Uma análise crítica do discurso de educação financeira: por uma educação para além do capital. Revista ADM. MADE, v. 16, n. 3, p. 79-102, 2012.

CLAUDINO, L. P.; NUNES, M. B.; SILVA, F. C. da. Finanças pessoais: um estudo de caso com servidores públicos. Anais... IX Seminário em Administração- SEMEAD. FEA-USP, São Paulo, 2009.

FACHINI, C. A.; STUPP, D. R.; DE FAVERI, D. B. Análise do controle financeiro pessoal e familiar nas decisões de consumo. RAGC, v. 8, n. 35, p. 1-15, 2020.

FERREIRA, J. C. A importância da educação financeira pessoal para a qualidade de vida. Caderno de Administração, v. 1, p. 1-17, 2017.

FERREIRA, S. Reformas na educação superior: novas regulações e a reconfiguração da universidade. Educação Unisinos, v. 19, n. 1, p. 122-131, 2015.

FRĄCZEK, B. Main purposes and challenges in the financial education of financial consumers in the world. Journal of Economics & Management, v. 16, p. 27-43, 2014.

FREZATTI, F. Orçamento empresarial: planejamento e controle gerencial. 5. ed. rev. e atual. São Paulo: Atlas, 2008.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Estatísticas. Disponível em: < https://www.ibge.gov.br/>. Acesso em: 24 de maio de 2020.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

LIMA FILHO, W. A. de; SILVA, C. T. C. da; LEVINO, N. de A. Comportamento financeiro pessoal: uma análise dos docentes da Universidade Federal de Alagoas. Revista do Instituto de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis, v. 24, n. 2, p. 23-36, 2020.

LUSARDI, A.; TUFANO, P. Teach workers about the perils of debt. Harvard Business Review, v. 87, n. 11, p. 22-24, 2009.

MANCEBO, D.; VALE, A. A. do; MARTINS, T. B. Políticas de expansão da educação superior no Brasil 1995-2010. Revista Brasileira de Educação, v. 20, n. 60, p. 31-50, 2015.

MARION, J. C.; RIBEIRO, O. M. Introdução a contabilidade gerencial. São Paulo: Saraiva, 2011.

MASSARO, A. Como cuidar de suas finanças pessoais. Brasília, DF: Conselho Federal de Administração, 2015.

MEDEIROS, N. C. L.; MEDEIROS, F. S. B. A educação financeira e as finanças pessoais sob a ótica da bibliometria: uma análise em eventos da administração no brasil realizados no triênio 2012- 2014. Revista CESUMAR, v. 22, n. 2, p. 339-362, 2017.

MORAIS PEREIRA, R.; MARQUES, H. R.; CASTRO, S. O. C. de; ALMEIDA, F. M. de; GAVA, R. O contexto da inovação nas universidades federais brasileiras na perspectiva de indicadores de ciência e tecnologia. Revista Brasileira de Gestão e Inovação. v. 4, n. 1, p. 1-24, 2016.

MOREIRA, L. K. R.; MOREIRA, L. R.; SOARES, M. G. Educação Superior no Brasil: discussões e reflexões. Educação Por Escrito, v. 9, n. 1, p. 134-150, 2018.

MUCCI, D. M.; FREZATTI, F.; DIENG, M. As múltiplas funções do orçamento empresarial. Revista de Administração Contemporânea, v. 20, n. 3, p. 283-304, 2016.

NASCIMENTO, J. C. H. B.; MACEDO, M. A. S.; SIQUEIRA, J. R. M.; BERNADES, J. R. Alfabetização financeira: um estudo por meio da aplicação da teoria de resposta ao item. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 17. n. 1, 2016.

OLIVEIRA, A. B. M. de; MELO, M. C. de O. L.; MUYLDER, C. F. de. Educação empreendedora: o desenvolvimento do empreendedorismo e inovação social em instituições de ensino superior. Revista Administração em Diálogo, v. 18, n. 1, p. 29-56, 2016.

OLIVEIRA, R. da C. Administração Financeira: uma análise conceitual. Revista Estação Científica, n. 15, p. 1-13, 2016.

PETER, L. D.; PALMEIRA, E. M. Estudo sobre a educação financeira como disciplina escolar a partir das séries iniciais. 2013.

RIBEIRO, R. F.; LARA, R. O endividamento da classe trabalhadora no Brasil e o capitalismo manipulatório. Serviço Social & Sociedade, n. 126, p. 340-359, 2016.

ROCHA, J. F. A.; NOBRE, C. J. F.; ARAÚJO, R. J. R. A contabilidade gerencial no processo de tomada de decisão e o conhecimento das empresas sobre sua importância. Revista Fatec Zona Sul, v. 5, n. 2, p. 65-76, 2018.

ROSINI, A. M.; MESSIAS, J. F.; PALMISANO, A.; SILVA, O. R. Educação financeira, consumo e sustentabilidade ambiental. Revista de Ensino e Pesquisa em Administração e Engenharia, v. 1, n. 1, p. 3-14, 2015.

SALATA, A. Ensino Superior no Brasil das últimas décadas: redução nas desigualdades de acesso? Tempo Social, v. 30, n. 2, p. 219-253, 2018.

SANCHES, C.; MEIRELES, M.; SORDI, J. O. de. Análise qualitativa por meio da lógica paraconsistente: método de interpretação e síntese de informação obtida por escalas Likert. Anais... III Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade, 2011.

SAVIANI, D. A expansão do ensino superior no Brasil: mudanças e continuidades. Poíesis Pedagógica, v. 8, n. 2, p. 4-17, 2010.

SILVA, E. G. da. Tomadas de decisões: percepção dos estudantes do curso de ciências contábeis de uma IES (pública) à luz das finanças comportamentais. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Contábeis) – Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2018.

SILVA, R. da; TEIXEIRA, A.; BEIRUTH, A. X. Finanças pessoais e educação financeira: o perfil dos servidores públicos de um município do Centro-Oeste brasileiro. Revista UNEMAT de Contabilidade, v. 5, n. 10, p. 1-24, 2017.

VERDINELLI, M. A.; LIZOTE, S. A. Relações entre finanças pessoais e as características dos estudantes universitários do curso de Ciências Contábeis. Anais... In: Congresso UFSC de Controladoria e Finanças & Iniciação Científica em Contabilidade, 5, 2014, Florianópolis, SC, Anais... Florianópolis: UFSC, 2014.

WAINER, J. Métodos de pesquisa quantitativa e qualitativa para a Ciência da Computação. Disponivel em: http://www.pucrs.br/ciencias/viali/tic_literatura/outros/Pesquisa.pdf. Acesso em 24 de maio de 2020.




DOI: https://doi.org/10.26694/2358.1735.2020.v7ed212356

Apontamentos

  • Não há apontamentos.