PRÁTICAS DOCENTES: UM ESTUDO NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EM UMA UNIVERSIDADE DO NORDESTE

Christiano Coelho, Karine Kely Soares de Oliveira, Jéssica Kelly Alves da Silva, Arthur William Pereira da Silva, Helaine Cristine Carneiro dos Santos

Resumo


Este trabalho objetiva analisar a prática docente do curso de Ciências Contábeis de uma universidade do Nordeste. A pesquisa classifica-se como: descritiva, pois apresentou características da prática docente do curso; abordagem qualitativa, uma vez que analisou a percepção dos contadores atuantes no mercado de trabalho e professores em relação à prática docente do curso. Quanto aos procedimentos, tratou-se de um estudo bibliográfico com embasamento em literaturas publicadas, pois foram utilizados questionários e entrevistas semiestruturadas para comparação dos resultados com as literaturas. No que diz respeito aos resultados, foram analisados a partir dos discursos e sentimentos transmitidos pelos entrevistados. Os dados revelaram a insatisfação dos contadores com relação à ausência de práticas contábeis durante as aulas, o que dificulta o ingresso dos futuros profissionais no mercado de trabalho. Relataram ainda que o curso está mais voltado à formação de acadêmicos. Identificou-se na pesquisa que os contadores e professores acreditam ser necessário que estes últimos obtenham experiências profissionais além do magistério, para aperfeiçoar suas práticas de ensino no curso de contabilidade.


Palavras-chave


Prática docente. Ciências Contábeis. Egressos

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, M. C.; MASETTO, M. T. O professor universitário em aula. 8 ed. São Paulo: MG Ed. Associados, 1990.

ANDERE, M. A.; ARAUJO, A. M. P. Aspectos da formação do professor de ensino superior de Ciências Contábeis: uma análise dos programas de pós-graduação. Contabilidade e Finanças, v. 19, n. 48, p. 91-102, 2008.

CARDOSO, A. M.; SILVA, L. A educação contábil no contexto da reestruturação produtiva e da flexibilização do trabalho: análise de um projeto pedagógico. In: CONGRESSO UFSC CONTROLADORIA E FINANÇAS E CONGRESSO UFSC DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CONTABILIDADE, 5., 2014, Florianópolis-SC. Anais... Florianópolis: UFSC, 2014. Disponível em: . Acesso em: 08 de ago. 2017.

CAVALCANTI, R. A.; GAYO, M. A. F. S. Andragogia na educação universitária. Conceitos, v. 1, n. 1, p. 44-50, 2004.

COELHO, C. U. F. Reflexões sobre o ensino de contabilidade: aspectos culturais e metodológicos. A Revista da Educação Profissional, v. 33, n. 1, p. 62-75, 2007.

CUNHA, M. I. Aprendizagens significativas na formação inicial de professores: um estudo no espaço dos Cursos de Licenciatura. Interface – Comunic., Saúde, Educ., v. 5, n. 9, p. 103-16, 2001.

FERREIRA, A. M. B. Ser Professor. 2009. 214 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto Superior de Educação e Trabalho – ISET, Porto, Portugal. 2009.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

GEGLIO, P. C.; BEZERRA, J. G. As bases na formação e da atuação inicial do professor: uma perspectiva de análise. Conceitos, v. 2, n. 19, p. 24-30, 2013.

LAFFIN, M. De Contador a Professor: a trajetória da docência no ensino superior de contabilidade. Florianópolis: Imprensa Universitária, 2005.

MARION, J. C. O Ensino da contabilidade. São Paulo: Atlas, 1996.

MASETTO, M. Docência universitária: repensando a aula. In: TEODORO, A.; VASCONCELOS, M. L. (Orgs). Ensinar e aprender no ensino superior: por uma epistemologia da curiosidade na formação universitária. São Paulo: Mackenzie, 2003. p. 79-108.

MAY, T. Pesquisa social: questões, métodos e processos. Porto Alegre: Artmed, 2004.

MOROSINI, M. C.; ISAIA, S. M. A.; ARIZA, R. P.; TOSCANO, J. M.; CUNHA, M. I.; LEITE, D.; FRANCO, M. E. D. P.; GRILLO, M. C. Professor do ensino superior: identidade, docência e formação. 2 ed. Brasília: Plano Editora, 2001.

NOSSA, V. Formação do corpo docente dos cursos de graduação em contabilidade no brasil: uma análise crítica. Cadernos de estudo, n. 21, p. 1-20, 1999.

OLIVEIRA, V. H. C. Percepção dos graduados em ciências contábeis da Universidade Federal da Paraíba quanto aos seus ingressos no mercado de trabalho. 2015. Monografia (Graduação em Ciências Contábeis) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa. 2015.

PALITOT, M. D.; BRITO, F. A. T. Formação docente: em busca de um educador de qualidade. Conceitos, v. 1, n. 11-12, p. 44-51, 2004.

PEREIRA, M. A. C. Competências para o ensino e a pesquisa: um survey com docentes de engenharia química. 2007. 289 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção). Universidade de São Paulo – USP, São Paulo. 2007.

PIMENTA, S. G.; ANASTASIOU, L. G. C. Docência no ensino superior. 2 ed. São Paulo: Cortez, 2005.

REZENDE, M. G.; LEAL, E. A. Competências requeridas dos docentes do curso de ciências contábeis na percepção dos estudantes. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 8, n. 2, p. 145-160, 2013.

SANTOS, J. A prática docente na perspectiva histórico-crítica. 2015. Disponível em: < http://www.uel.br/eventos/semanaeducacao/pages/arquivos/ANAIS/ARTIGO/SABERES%20E%20PRATICAS/A%20PRATICA%20DOCENTE%20NA%20PERSPECTIVA%20HISTORICO-CRITICA.pdf>. Acesso em: 30 de jul. 2017.

SILVA, A. C. R. Metodologia de pesquisa aplicada à contabilidade: orientações de estudos, projetos, artigos, relatórios, monografias, dissertações, teses. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2008.

TARDIF, M.; LESSARD, C.; LAHAYE, L. Os professores face ao saber: Esboço de uma problemática do saber docente. Teoria & Educação, n. 4, p. 215-233, 1991.

VASCONCELOS, A. F.; CAVALCANTE, P. R. N.; MONTE, P. A. Fatores que influenciam as competências em docentes de ciências contábeis. Veredas - Revista Eletrônica de Ciências, v. 5, n. 1, p. 86-101, 2012.




DOI: https://doi.org/10.26694/2358.1735.2018.v5ed26557

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários