A aplicação do Princípio Responsabilidade de Hans Jonas na prática médica

José Luis de Barros Guimarães

Resumo


O filósofo alemão Hans Jonas dedica-se a questões que estão na agenda da discussão ética contemporânea. Sua teoria ético-metafísica, explicitada no livro O princípio responsabilidade: ensaio de uma ética para a civilização contemporânea retoma e amplia as indagações a respeito da relação existente entre homem e técnica na modernidade. O ponto de partida da sua tese é a afirmação de que as novas dimensões do agir humano - ocasionadas pela tecnologia - tornaram possível a realização de ações de grande impacto tanto no globo terrestre quanto ao próprio homem. Questões como clonagem, manipulação genética, controle de comportamento, entre outras, mostram como a humanidade pode recriar um novo modelo humano. A partir destes pressupostos, este artigo concentra-se nas questões bioéticas mais especificamente no campo da medicina. Nossa pretensão é mostrar como Jonas propõe a aplicação de sua teoria moral na prática médica.


Palavras-chave


Hans Jonas, princípio responsabilidade, medicina, técnica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/cadpetfil.v2i4.606




Endereço / Email:

Universidade Federal do Piauí, PET-Filosofia, Centro de Ciências Humanas e Letras, Campus Min. Petrônio Portela,

CEP 64.049-550,  Teresina - PI, Fone: (86) 3237 1134  E-mail: cadernospetfilosofia@gmail.com




Indexado em: