Governança Corporativa e Capital Intelectual das Empresas Brasileiras Pertencentes ao Índice BM&FBOVESPA de Consumo (ICON)

Itzhak David Simão Kaveski, Larissa Degenhart, Mara Vogt, Arnaldo da Conceição Monje, Nelson Hein

Resumo


Este estudo objetivou investigar se os atributos de Governança Corporativa afetam o Capital Intelectual das empresas brasileiras pertencentes ao Índice BM&FBovespa de Consumo (ICON). Para tanto, realizou-se uma pesquisa descritiva, com abordagem quantitativa, por meio de análise documental. A população de pesquisa é composta por 43 empresas brasileiras pertencentes ao Índice BM&FBovespa de Consumo (ICON) e a amostra compreendeu 17 empresas que apresentaram todas variáveis necessárias para análise dos dados. Para o tratamento dos dados utilizou-se o teste estatístico paramétrico regressão linear múltipla. Os resultados do estudo indicaram que a Dualidade do diretor, a Remuneração dos diretores e o Tamanho do conselho de administração afetam de forma significativa e positiva o Capital Intelectual das empresas brasileiras pertencentes ao ICON. Em relação a participação de Membros independentes do conselho de administração encontrou-se uma relação negativa e significativa para o Capital Humano. Já no que tange o Capital de Relacionamento, este necessita de maiores pesquisas, visto que a relação não foi significativa. Por fim, a participação acionária dos diretores evidenciou uma relação positiva e significativa apenas para o Capital de Relacionamento, sendo que para o Capital Humano foi positivo, porém, não significativa, necessitando assim de maiores estudos.


Palavras-chave


Governança Corporativa; Capital Intelectual; Índice BM&FBOVESPA de Consumo (ICON).

Texto completo:

PDF

Referências


BERLE, Adolf A.; MEANS, Gardiner C. The modern corporation and private property. New York: Macmillan, 1932.

BONTIS, Nick; DRAGONETTI, Nicola C.; JACOBSEN, Kristine; ROOS, GORAN The knowledge toolbox: A review of the tools available to measure and manage intangible resources. European management journal, v. 17, n. 4, p. 391-402, 1999.

CORRAR, Luiz J.; PAULO, Edilson; DIAS FILHO, José Maria. Análise multivariada para os Cursos de Administração, Ciências Contábeis e Economia. São Paulo: Atlas, 2007.

CUNHA, Paulo Roberto da; POLITELO, Leandro. Determinantes do nível de Governança Corporativa das empresas brasileiras de capital aberto do setor de consumo cíclico da BM&FBovespa. Advances in Scientific and Applied Accounting, v. 6, n. 2, p. 211-235, 2013.

FAMA, Eugene F.; JENSEN, Michael C. Separation of Ownership and Control. Journal of Law and Economics, v. 26, p. 301-326, 1983.

FERNANDES, Nirlene Aparecida Carneiro; DIAS, Warley de Oliveira; CUNHA, Jacqueline Veneroso Alves da. Governança Corporativa no Contexto Brasileiro: um Estudo do Desempenho das Companhias listadas nos Níveis da BM & FBOVESPA. Revista Organizações em Contexto-online, v. 6, n. 11, p. 22-44, 2011.

FERREIRA, Roberto do Nascimento; SANTOS, Antônio Carlos dos; LOPES, Ana Lúcia Miranda; NAZARETH, Luiz Gustavo Camarano; FONSECA, Reinaldo Aparecida. Governança Corporativa, Eficiência, Produtividade e Desempenho. Revista de Administração Mackenzie, v. 14, n. 4, p. 134-164, 2013.

GUJARATI, Damodar. Econometria Básica, Campus, 2006.

HAJI, Abdifatah Ahmed; GHAZALI, Nazli A. Mohd. A longitudinal examination of intellectual capital disclosures and corporate governance attributes in Malaysia. Asian Review of Accounting, v. 21, n. 1, p. 27-52, 2013.

HARRISON, Suzanne; SULLIVAN SR, Patrick H. Profiting from intellectual capital: learning from leading companies. Industrial and Commercial Training, v. 32, n. 4, p. 139-148, 2000.

HIDALGO, Ruth L.; GARCÍA-MECA, Emma; MARTÍNEZ, Isabel. Corporate governance and intellectual capital disclosure. Journal of Business Ethics, v. 100, n. 3, p. 483-495, 2011.

IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. 2014. Governança Corporativa. Disponível em: . Acesso em: 29 Jul. 2014.

JENSEN, Michael C.; MECKLING, William. H. Theory of the Firm: managerial behavior, agency costs and ownership structure. Journal of Financial Economics, v. 3, n. 4, p. 305-360, 1976.

KEENAN, James; AGGESTAM, Maria. Corporate governance and intellectual capital: some conceptualisations. Corporate Governance: An International Review, v. 9, n. 4, p. 259-275, 2001.

KENNEDY, Peter. A guide to econometrics. Cambridge: The MIT Press, 1998.

LEITE, Denilson Aparecida; MELO, Henrique César; NUNES, Sérgio; MORILHA, Patrícia. Pesquisa em Governança Corporativa no Brasil: análise teórica e agenda de pesquisa à luz da dimensão holística da Governança Corporativa de 1998 a 2010. Revista Tecer, v. 6, n. 10, p. 62-79, 2013.

LI, Jing; MANGENA, Musa; PIKE, Richard. The effect of audit committee characteristics on intellectual capital Disclosure. The British Accounting Review, v.44, p. 98-110, 2012.

LI, Jing, PIKE, Richard; HANIFFA, Roszaini. Intellectual capital disclosure and corporate governance structure in UK firms. Accounting and Business Research, v. 38, n. 2, p. 137-159, 2008.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MARTINS, Maria Manuela Duarte. Divulgação de informação sobre Capital Intelectual em Portugal: nível de divulgação e factores determinantes. Tese (Doutorado em Gestão), ISCTE Business School – Instituto Universitário de Lisboa, Portugal, 2013.

MARTINS, Gilberto de Andrade; THEÓPHILO, Carlos Renato. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MONAGAS-DOCASAL, Marusia. El Capital Intelectual y la gestión del conocimiento. Ingeniería Industrial, v. 33, n. 2, p. 142-150, 2012.

PAYNE, G. Tyge; BENSON, George S.; FINEGOLD, David L. Corporate board attributes, team effectiveness and financial performance. Journal of Management Studies, v. 46, n. 4, p. 704-731, 2009.

RAMOS, Gizele Martins; MARTINEZ, Antonio Lopo. Governança corporativa. Revista Contemporânea em Contabilidade, n. 6, p. 143-164, 2006.

SAFIEDDINE, Assem; JAMALI, Dima; NOUREDDINE, Sarah. Corporate governance and intellectual capital: evidence from an academic institution. Corporate Governance, v. 9, n. 2, p. 146-157, 2009.

SCARABINO, Juan; BIANCARDI, Gabriela; BLANDO, Anabel. Capital intelectual. Invenio, v. 10, n. 19, p. 59-51, 2007.

SILVEIRA, Alexandre Di Miceli da; BARROS, Lucas Ayres Barreira de Campos. Determinantes da qualidade da Governança Corporativa das companhias abertas brasileiras. Revista Eletrônica de Administração, v. 14, n. 3, p. 1-29, 2008.

TALIYANG, Siti Mariana; JUSOP, Mariana. Intellectual capital disclosure and corporate governance structure: evidence in Malaysia. International Journal of Business and Management, v. 6, n. 12, p. 109-117, 2011.

TSENG, Chun‐Yao; GOO, Yeong‐Jia James. Intellectual capital and corporate value in an emerging economy: empirical study of Taiwanese manufacturers. R&D Management, v. 35, n. 2, p. 187-201, 2005.

TSENG, Chun-Yao; LIN, Chun-Yi. The Relationship between Corporate Governance and Intellectual Capital: Empirical Study of Taiwanese Electronics Manufactures. Tunghai Management Review, v. 13, n. 1, p. 255-283, 2011.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas, 2000.

WANG, Mao-Chang. Value relevance on intellectual capital valuation methods: the role of corporate governance. Quality and Quantity, v. 47, n. 2, p. 1213-1223, 2013.




DOI: https://doi.org/10.26694/2358.1735.2015.v2ed22109

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários